Voltar

A Misericórdia do Senhor, sempre, sempre eu cantarei!

Com alegria, partilhamos a experiência do encontro com Deus, com a fraternidade, com os irmãos e irmãs, neste novo que nos desafia a criar novas formas de ser e viver. A novidade, deste tempo de pandemia, nos proporcionou um retiro anual de um jeito diferente. Antes, rezávamos com as Irmãs da área e com a presença de alguma Irmã da equipe de retiros para orientar-nos. Desta vez, rezamos em nossa casa, em comunidade.

Iniciamos o Retiro no dia 25 de maio, logo após a celebração da Semana Laudato Si’. Esta motivou-nos no espírito de sensibilidade e de cuidado com a casa comum. A profundidade proporcionada nesta semana – em que rezamos com os roteiros propostos pela CFFB e a oração oficial dos cinco anos da encíclica – ajudou-nos a continuar com uma manhã de formação, através da partilha, trazendo o significado das palavras “Perdão e Misericórdia”.

A manhã de partilha e reflexão acerca destas virtudes nos introduziu na temática do retiro de 2020, que nos chama a “Viver o Evangelho na Espiritualidade Franciscana da Misericórdia”. À luz da Trindade Santa, louvamos e agradecemos, por todas as  ocasiões em que sentimos a misericórdia do Senhor, mas também pelas vezes em que fomos chamadas a sermos misericordiosas como o Pai é misericordioso. Dessa forma, confiamos ao bom Deus as dores da humanidade ferida e acolhemos o seu infinito amor derramado em nossos corações, para que possamos transmiti-lo às ovelhas que Ele nos confia.

Por fim, avaliamos este jeito novo como muito valioso. Nós partilhamos as tarefas da cozinha e orientação do retiro. Assim foi possível nos silenciarmos e rezarmos a partir do roteiro que foi muito bem preparado pela coordenação de retiros. Entretanto, confessamos que sentimos falta do encontro com as Irmãs da área e também de ter uma presença de alguma Irmã da região Sul. Sabemos, contudo, que é parte dos desafios atuais e agradecemos ao Senhor por proporcionar-nos um tempo bonito de união com Ele e com os irmãos e irmãs, por meio da oração.

Este tempo de graça culminou com a festa de Pentecostes, na alegria de receber o Espírito que sempre nos aquece com a sua palavra.

Agradecemos a cada Irmã que rezou em comunhão conosco e continuamos unidas, de perto ou de longe, confiando nos cuidados de Deus que sopra em nós e nos inspira a sermos sinais de esperança e compaixão, especialmente em tempos de pandemia.

Abraços fraternos,

Ir. Lílian Maria de Souza

This entry was posted in Notícias. Bookmark the permalink.

Comments are closed.

Voltar