Animação Vocacional

Serviço de Animação Vocacional

 “Estou aqui. O Senhor me chamou?” (1Sm 3,5)

O Serviço de Animação Vocacional é a primeira etapa do processo formativo, em que a pessoa é acompanhada na realidade onde vive junto à família e a sua comunidade de fé.

 O SAV (Serviço de Animação Vocacional) é um serviço formativo que objetiva despertar, animar e acompanhar a jovem no discernimento pessoal, progressivo e contínuo de sua vocação. Este processo inicia com um despertar de valores da vida e a conscientização para a missão comum de todos os batizados: viver o Evangelho de Jesus Cristo e anunciá-lo aos irmãos e irmãs.

A vocação humana é uma escolha divina e esta deve ser descoberta, evocada e assumida no coração da pessoa. Durante este processo inicial, algumas atividades são importantes e podem ajudar a encontrar caminhos como: participar de grupos de reflexão vocacional na comunidade de fé; conversar com as irmãs para criar laços de proximidade e descobrir o que é a Vida Religiosa Franciscana e como acontece o chamado de Deus para esta forma de vida; participar de encontros de reflexão e retiros vocacionais promovidos pelas irmãs; conversar com jovens vocacionados (as); e, principalmente, rezar muito para que Deus possa mostrar o caminho.

Após o período de acompanhamento vocacional com uma de nossas irmãs, a jovem que se sentir chamada para a Vida Religiosa Franciscana, e perceber que se sente inclinada para este chamado que Deus está fazendo para ela, poderá ingressar em nossa casa de formação do Juvenato.

 Juvenato

“Mestre, onde moras?” (Jo 1-38).

O Juvenato é a etapa de formação em que a vocacionada à Vida Religiosa Franciscana aprofunda suas motivações vocacionais e aprimora sua formação como pessoa desenvolvendo as dimensões humana, cristã, sociopolítica e particularmente, a formação para o seguimento de Jesus Cristo no modo de Vida Franciscana.

Para o ingresso nesta etapa, a jovem deve ter no mínimo 16 anos e estar cursando ou ter concluído o Ensino Médio.

Durante este tempo, a juvenista é acompanhada por uma comunidade formadora, da qual uma das irmãs é responsável pelo acompanhamento das jovens. A convivência diária com as irmãs e demais jovens vocacionadas, acontecem encontros periódicos de formação, participação nas atividades da missão das irmãs, momentos sistemáticos de formação, formação acadêmica, participação em pastorais na vida da comunidade de fé e momentos diários de oração comunitária e individual.

A jovem é introduzida gradual e progressivamente no estilo de vida da Congregação e da Província, assumindo seus dons e seus valores, cultivando a reverência e a defesa da vida, o senso de justiça e solidariedade com as pessoas e com toda a criação, cultivando a experiência franciscana da partilha e do diálogo, assumindo sua identidade cristã e engajando-se na promoção e no cuidado da vida, especialmente  dos mais pobres e marginalizados.

Para a admissão à etapa seguinte, a jovem precisa sentir-se atraída e cativada pelo Deus da Vida, com o coração desejoso de continuar a caminhada e realizar seu pedido por escrito à irmã Provincial, onde expressa seu desejo de ingressar no Postulado.

Postulado

O Postulado é um período de tempo em que a vocacionada vai aprofundando o autoconhecimento, as razões de sua escolha pela Vida Religiosa Franciscana; busca clareza na sua opção vocacional para poder decidir com maturidade sua Vocação no seguimento de Jesus Cristo, na Vida Religiosa Consagrada. A duração desta etapa é de dois anos. É um tempo privilegiado em que a postulante aprofunda sua busca e procura conhecer o Carisma e a missão da Congregação. É a etapa em que a candidata faz uma experiência comunitária mais participativa e madura, aprimorando seus conhecimentos e avaliando suas capacidades e motivações para a vida em comum, amadurecendo a decisão de ingressar no noviciado.

 No final desta etapa, acontece o ingresso no Noviciado, onde novamente a jovem, de maneira espontânea, expressa seu desejo de continuar a caminhada, manifestando mais uma vez este pedido, por escrito, à Irmã Provincial.

Noviciado

“Foram, viram onde morava e ficaram com Ele.” (Jo, 1-39)

O tempo do noviciado é a etapa de Formação Inicial em que a formanda começa a experimentar o novo estilo de vida que a Congregação lhe oferece, por meio de uma forte experiência de Deus, da integração comunitária e da participação na missão da Província e da Congregação. Com base na experiência de Deus, a formanda se habilita a discernir sua opção vocacional e a seguir Jesus Cristo como Franciscana da Penitência e Caridade Cristã.

Entrando no Noviciado, a jovem  começa a ser chamada de irmã porque,  a partir daí, começa a fazer uma experiência direta, como irmã noviça, vivendo em uma comunidade.

Durante o Noviciado, que tem a duração de dois anos completos, a irmã noviça tem contato com os documentos da Congregação e sua história, a vida e missão da sua fundadora, o estudo da legislação, a reflexão dos escritos de São Francisco, o conhecimento da organização interna da Família Franciscana e da Vida Religiosa, a reflexão sobre os votos de pobreza, obediência e castidade da Vida Consagrada, a experiência concreta de vida fraterna junto às irmãs e às comunidades da Província. No primeiro ano, acontecem os momentos de oração mais sistematizados, e a vivência comunitária e de estudos são mais intensos.  No segundo ano, além dos aspectos já citados, ocorre a experiência de estágio nas áreas da missão provincial.

No final do Noviciado, se a irmã noviça se sentir apta a abraçar esta Forma de Vida, realiza seu pedido à irmã Provincial, onde expressa seu desejo livre de emitir os Votos Temporários em nesta forma de vida.

 Juniorado

“Para que ficassem em sua companhia. E para enviá-los…” (Mc 3,14-15).

O juniorado é a última etapa da Formação Inicial. É o período que se inicia com a emissão dos Votos temporários e se estende até os Votos Perpétuos. Nele a formanda  confirma seu carisma pessoal dentro das opções da Província e do projeto Histórico da Congregação. Neste período, ela intensifica o processo de unificação de sua vida no amor pessoal a Jesus Cristo, na  entrega pelo Reino, segundo o espírito de São Francisco, Clara de Assis e nossa fundadora Madre Madalena Damen, através da Profissão Perpétua.

O tempo da profissão temporária solidifica a formação inicial nos seus diversos aspectos, teóricos e práticos, fortalecendo a irmã no crescimento da sua vocação e assumindo a missão própria da Congregação, como resposta aos desafios do mundo de hoje.

A cada ano, a irmã renova a sua profissão temporária, juntamente com outras irmãs que estão na mesma etapa de formação.

Neste período a irmã vive em uma comunidade religiosa, onde partilha e doa a vida na participação da mesma e em atividades pastorais. Faz seus estudos espirituais, acadêmicos e realiza suas tarefas assumidas na comunidade, preparando-se, assim, para servir a Igreja, a Congregação e o povo de Deus.

Este período de formação tem a duração mínima de três anos, mas pode se prolongar no máximo até seis anos. Depois deste tempo de formação, a irmã se assim o quiser faz o pedido para a Profissão Perpétua, entrando então na etapa da Formação Permanente.

 Formação Permanente

“Aprendam de mim, porque sou manso e humilde de coração.” (Mt 11,29)

Com a Profissão Perpétua, tem início a Formação Permanente, ou seja, a irmã continua seu processo de formação continuada, por toda a sua vida, reconhecendo que é discípula e por isso tem sempre a aprender.

O seguimento de Jesus Cristo exige perseverança na busca, abertura ao novo, conversão contínua, atitude de humildade, cultivo da oração pessoal e comunitária, vida em fraternidade, dispondo-nos a recomeçar sempre de novo, como discípulas consagradas do grande Mestre Jesus, que nos forma na e para a missão, em nosso tempo de mudança de época e época de mudança, tornando-nos um sinal de esperança para o mundo em luta.

Posted in Animação Vocacional | Comentários desativados em